Reserva Extrativista do Pirajubaé

27/04/2018 15:30

A RESEX do Pirajubaé foi a primeira reserva extrativista marinha criada no Brasil, e seu principal objetivo é a possibilidade de extração do recurso natural local, o berbigão, de forma sustentável pela população tradicional.

Por se tratar de uma área de manguezal o interior da unidade é bastante preservado, mas o seu entorno sofre uma urbanização constante com a construção da Via Expressa Sul e ampliação do Aeroporto Hercílio Luz nos últimos anos.

Descritor da Unidade

Nome da Unidade de Conservação Reserva Extrativista do Pirajubaé
Gestão Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMBio
Categoria Reserva Extrativista – RESEX (SNUC).
Mais informações sobre a Gestão Possui corpo técnico efetivo no local e chefe específico para a unidade.
Zoneamento e Plano de Manejo Zoneamento e plano de manejo em estudo.
Conselho consultivo A categoria exige a constituição desde a criação da UC.
Endereço da sede Rua João Câncio Jaquesm N° 1375, Bairro: Costeira do Pirajubaé; Florianópolis, Cep: 88047.011
Localização Sudoeste da Ilha de Santa Catarina. Entre as comunidades de Costeira do Pirajubaé, Carianos, e Tapera.
Localização na Bacia Hidrográfica Bacia do Rio Tavares, tendo por principal rio com o mesmo nome
Web site http://sistemas.mma.gov.br/cnuc/index.php?ido=relatorioparametrizado.exibeRelatorio&relatorioPadrao=true&idUc=255
Superfície (km²) 16,942 km²; 1.694 ha
Perímetro (km) 26,809 km
Forma da unidade 1,83
Normativa legal Decreto Federal 533/1992, de 20/05/1992, com 14,44 km²
Marcos (limites) A leste o Campeche, a Oeste e Noroeste a Baía Sul, a Norte Baía Sul com a nordeste a Costeira do Pirajubaé, e ao Sul as comunidades de Carianos, Ressacada e Tapera
Regularização Fundiária Totalmente regularizado com 100% de posse da União.
Ecossistemas e tipos de vegetação Manguezal e restinga.
Uso público É basicamente voltada à coleta do molusco berbigão (Anomalocardia brasiliensis) e em menor escala camarão e peixes. Não consta programas de educação ambiental para os visitantes, para o ensino formal, usuários dos recursos naturais e nem do entorno da reserva.
Fiscalização A fiscalização da Reserva compete ao IBAMA e aos extrativistas.

 

Imagem relacionada

Vista da RESEX a partir de morro no Maciço da Costeira. Fonte: ICMBio

 

Localização da UC na Ilha, destacando as localidades e unidades próximas.